Eleição que definirá substituto de Waldner Bernardo será realizada no dia 15 de janeiro próximo

Por Américo Teixeira Junior

Acompanhe o Diário Motorsport no Youtube Twitter  Facebook

Das mãos Giovanni Guerra, o kartista italiano Alex Irlando recebe o troféu de campeão do 2017 CIK-FIA KZ2 International Super Cup – Foto KSP Reportages/FIA Karting (Milão, Itália, 02.12.2017)

O dirigente maranhense Giovanni Guerra protocolou nesta sexta-feira, 4, chapa para concorrer à presidência da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), quadriênio 2021/2025. A eleição será realizada na sede da entidade, no Rio de Janeiro (RJ), no dia 15 de janeiro, segundo edital publicado em 30 de novembro. O atual presidente em primeiro mandato, Waldner Bernardo, não tentará reeleição.

Na quarta-feira, 2, Milton Sperafico registrou a chapa de oposição intitulada Acelera Brasil. O ex-piloto Paulo Gomes, que em janeiro deste ano havia lançado sua candidatura, não a tornará oficial, pois já declarou apoio para Guerra.

Presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão, Guerra é também membro eleito da Comissão Internacional da FIA. Será a primeira eleição na CBA da qual tomará parte. No pleito anterior, em 20 de janeiro de 2017, ajudou a eleger a chapa da situação liderada por Bernardo.

Além de Giovanni Guerra, constam ainda como candidatos o empresário catarinense Maicon Alexandre Bruggmann (1º vice-presidente); o piloto de arrancada do Pará e fundador da Liga Paraense de Automobilismo Roger Barros Rezegue (2º vice-presidente) e o advogado paulista, radicado no Paraná, Gilson Hélio Pasquali (3º vice).

Completam a chapa, como titulares do conselho fiscal, Augusto César de Vidal Bastos (CE), Marcos Antônio Raimundo (GO) e Paulo Roberto Rolim de Moura (RJ). Como suplentes constam Isabel Marques Rizo (SP), Macélio de Araújo Cangussú (MA) e Noé Gonçalves da Silva (GO).

Quem vota?

Federações filiadas foram convocadas para a Assembleia Geral Ordinária Eletiva, mas os respectivos representantes só poderão exercer o voto se as entidades pelas quais respondem não estiverem financeiramente em débito com a CBA. A Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo (ABPA) também vota. São as seguintes entidades estaduais:

Federação Gaúcha de Automobilismo (FGA);

Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina (FAUESC);

Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA);

Federação de Automobilismo de São Paulo (FASP);

Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro (FAERJ);

Federação Mineira de Automobilismo (FMA);

Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo (FAEES);

Federação de Automobilismo do Mato Grosso do Sul (FAMS);

Federação Goiana de Automobilismo (FAUGO);

Federação Cearense de Automobilismo (FCA);

Federação Pernambucana de Automobilismo (FPEA);

Federação Paraense de Automobilismo (FEPAUTO);

Federação de Automobilismo do Estado da Paraíba (FAEP);

Federação Potiguar de Automobilismo (FPARN);

Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão (FAEM);

Federação de Automobilismo da Bahia (FBA);

Federação Alagoana de Automobilismo (FAA);

Federação Sergipana de Automobilismo (FSA);

Federação de Automobilismo do Distrito Federal (FADF);

Federação de Automobilismo do Estado de Mato Grosso (FAEMT);

Federação de Automobilismo do Estado do Tocantins (FAT);

Federação de Automobilismo do Estado do Piauí (FAEPI).


Capa/Destaque: Giovanni Guerra na FIA – Foto Arquivo Pessoal (Genebra, Suíça, 01.12.2018)

Diário Motorsport é Jornalismo independente, investigativo, de opinião. Se você aprecia nosso trabalho, participe de nossas ações para que possamos continuar.

3 COMENTÁRIOS

  1. Conheço o Giovanni há 20 anos e ele sempre pensa no coletivo. Nunca em prol de um piloto específico ou de interesses próprios. Haja visto tudo que fez pelo Maranhão e pelo kart nacional.
    Homem íntegro.
    Tem meu apoio!

  2. Quem conhece o Giovanni sabe da índole e do caráter dele.
    Sempre ajudou e apoiou diversos pilotos.
    Te-lo como presidente da CBA é a chance de sermos representados por alguém extremamente honesto e que realmente é apaixonado pelo automobilismo.

  3. É simplesmente ridicula esta chapa, não é gente do automobilismo, rste senhor Guerra ganhou este cargo na FIA para votar em pessoas que acabaram com o nosso automobilismo, ou ganharam muito dinheiro e viagens internacionais, deixando a sede da CBA no Rio de Janeiro PENHORADA COM DIVIDA SUPERIOR A 2 MILHOES DE REAIS.
    VERGONHA!!!!!!
    REINALDO CAMPELLO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here