Eleição que definirá substituto de Waldner Bernardo será realizada no dia 15 de janeiro próximo

Por Américo Teixeira Junior

Milton Sperafico
Milton Sperafico é membro de um das principais famílias do automobilismo brasileiro – Foto Reprodução Carros e Corridas

Acompanhe o Diário Motorsport no Youtube Twitter  Facebook

O ex-piloto paranaense Milton Sperafico protocolou nesta quarta-feira, 2, a chapa Acelera Brasil para concorrer à presidência da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), quadriênio 2021/2025. A eleição será realizada na sede da entidade, no Rio de Janeiro (RJ), no dia 15 de janeiro, segundo edital publicado em 30 de novembro. O atual presidente em primeiro mandato, Waldner Bernardo, não tentará reeleição.

Aguarda-se até sexta-feira o registro da chapa de situação, liderada por Giovanni Guerra, presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão. O ex-piloto Paulo Gomes, que em janeiro deste ano havia lançado sua candidatura, não a tornará oficial, pois já declarou apoio para Guerra.

Campeão sul-americano de Fórmula 3B em 1993, Sperafico tem longa trajetória no automobilismo como piloto e chefe de equipe. Será a segunda eleição na CBA da qual tomará parte. No pleito anterior, em 20 de janeiro de 2017, perdeu para a chapa da situação liderada por Bernardo. Antes, 2013, foi vice-presidente de Cleyton Pinteiro, reeleito em chapa única na ocasião.

Além de Milton Sperafico, contam ainda como candidatos o atual presidente da Federação de Automobilismo do Distrito Federal, Luiz Henrique Lima Caland (1º vice-presidente); o piloto cearense Carlos Alberto de Carvalho Pontes (2º vice-presidente) e o vice-presidente no segundo mandato de Pinteiro, Rudolfo Edmundo Rieth Filho (RS).

Completam a Acelera Brasil, como titulares do conselho fiscal, Fabrício Pires Duarte, Sebastião Donato Cirilo e Rodrigo Barcellos Machado. Como suplentes constam Marcelo Mendes de Oliveira, Evandro Luiz Alves Borges e William Carlos Simões Vieira.

Quem vota?

Federações filiadas foram convocadas para a Assembleia Geral Ordinária Eletiva, mas os respectivos representantes só poderão exercer o voto se as entidades pelas quais respondem não estiverem financeiramente em débito com a CBA. A Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo (ABPA) também vota. São as seguintes entidades estaduais:

Federação Gaúcha de Automobilismo (FGA);

Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina (FAUESC);

Federação Paranaense de Automobilismo (FPrA);

Federação de Automobilismo de São Paulo (FASP);

Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro (FAERJ);

Federação Mineira de Automobilismo (FMA);

Federação de Automobilismo do Estado do Espírito Santo (FAEES);

Federação de Automobilismo do Mato Grosso do Sul (FAMS);

Federação Goiana de Automobilismo (FAUGO);

Federação Cearense de Automobilismo (FCA);

Federação Pernambucana de Automobilismo (FPEA);

Federação Paraense de Automobilismo (FEPAUTO);

Federação de Automobilismo do Estado da Paraíba (FAEP);

Federação Potiguar de Automobilismo (FPARN);

Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão (FAEM);

Federação de Automobilismo da Bahia (FBA);

Federação Alagoana de Automobilismo (FAA);

Federação Sergipana de Automobilismo (FSA);

Federação de Automobilismo do Distrito Federal (FADF);

Federação de Automobilismo do Estado de Mato Grosso (FAEMT);

Federação de Automobilismo do Estado do Tocantins (FAT);

Federação de Automobilismo do Estado do Piauí (FAEPI).


Capa/Destaque: Milton Sperafico em solenidade de entrega do Troféu Moura Brito 2017 – Foto Reprodução Carros e Corridas

Diário Motorsport é Jornalismo independente, investigativo, de opinião. Se você aprecia nosso trabalho, participe de nossas ações para que possamos continuar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here