A suspeita inicial foi de AVC, mas os exames descartaram tal possibilidade

Por Américo Teixeira Junior

Renato Martins faz homenagem aos caminhoneiros durante a etapa de abertura da Copa Truck – Foto Duda Bairros/+Brasil (Cascavel, PR, 28.06.2020)

Renato Martins está em processo de recuperação. O piloto da Copa Truck já deixou a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), em São Paulo, para onde foi levado na sexta-feira, 31, após convulsões. Não está descartada a alta hospitalar já na próxima semana, mas os médicos dependem de novos exames para tomar essa decisão.

“O Renato está com uma secreção causada por bactérias provenientes de uma sinusite aguda” disse ao Diário Motorsport a pilota e apresentadora de TV Débora Rodrigues, sua esposa. Ela acrescentou que foi feita ontem, 4, uma ressonância magnética e os resultados mostraram melhora, mas num estágio que ainda precisa evoluir. O tratamento com antibióticos completará 10 dias na próxima segunda-feira, 10, quando Martins passará por nova bateria de exames.

“Se a secreção tiver regredido bastante ou totalmente, ele irá pra casa continuar o tratamento, senão fará uma drenagem. Mas, diante de tudo, ele está fisicamente ótimo e brincando com os amigos”, disse a competidora após o grande susto. “Renato teve convulsões, pensamos que estava tendo um AVC mas, graças a Deus, depois dos exames, foi descartado”, relembrou.

Aos 61 anos e correndo por sua equipe, a RM Competições (MAN), Renato Martins é o 6º colocado na temporada 2020 da Copa Truck, cuja rodada dupla inaugural foi disputada nos dias 27 e 28 de junho, em Cascavel (PR). Já Débora Rodrigues, da AM Motorsport (Mercedes-Benz), está uma posição à frente do marido. A liderança é de Beto Monteiro, também da RM.


Capa/Destaque: Renato Martins – Foto Duda Bairros/+Brasil (Cascavel, PR, 04.10.2019)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here