Colégio eleitoral para escolha do novo presidente da CBA é composto por 23 pessoas

Por Américo Teixeira Junior

A partir de R$ 10/mês para colaborar com o Diário Motorsport independente e investigativo

O cirurgião dentista e dirigente Giovanni Guerra, candidato à presidência da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) representando o grupo de Situação, já garantiu 11 votos – dos teoricamente 23 disponíveis – das federações de Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe e Tocantins, além da Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo (ABPA).

Abaixo, o relato de alguns de seus apoiadores:

“Não temos o que temer, nosso voto é sim de Giovanni Guerra. Temos um grupo coeso e que pretende dar sequência ao trabalho em andamento” – Presidente Jeferson Cavalcante MagalhãesFederação Alagoana De Automobilismo (FAA)

“Nosso voto é no Giovanni, sempre estivemos alinhados desde o começo da sua empreitada. Milton é de uma família de pilotos como a nossa, um cara até bem intencionado, mas o momento agora é do dirigente Giovanni. FCA vota sem bairrismo, vota na competência do Giovanni” – Presidente Lutianne Dantas SoaresFederação Cearense de Automobilismo (FCA)

“O voto será na chapa do Giovanni sim. Nada contra a pessoa do Milton, mas penso que no momento o Giovanni é o mais indicado, principalmente no que tange à categoria de base, que é o kart” – Presidente Michel de Aguiar CachinaFederação Potiguar de Automobilismo (FPARN)

“Sim. O nosso voto é do Giovanni. Acreditamos sem dúvida que o dirigente Giovanni é a melhor opção para a continuidade da gestão na CBA” – Presidente Carlos Antonio Ferraz Teixeira – Federação Pernambucana de Automobilismo (FPEA)

“Meu voto não tem como ser de outro, é do Giovanni mesmo. Já vieram falar comigo, mas deixei bem claro em quem eu vou voltar” – Antonio José Vieira – Federação de Automobilismo do Estado de Tocantins (FTA)

“O voto da ABPA será na chapa de Giovanni Guerra, pois acreditamos que terá mais liberdade e aparenta ter [o dirigente] mais vontade de mudar e melhorar a CBA do que a outra chapa” – Presidente Felipe Giaffone (Associação Brasileira de Piloto de Automobilismo (ABPA)

“Muito fácil explicar o porquê de votar em Giovanni. Primeiro, pela sua dedicação ao automobilismo, seja ele nacional, estadual ou internacional. Em relação ao Piauí e aos demais estados do Nordeste – por ser um dos mais antigos -, como dirigente sempre defendeu a uniformidade do automobilismo no Brasil, não só o Sul e Sudeste. Com ele, tenho certeza e convicção que teremos um automobilismo de futuro, onde todos terão vez. Está aí alguns de vários motivos que nós do automobilismo não podemos deixar passar a oportunidade de ter um presidente de todos, e não de poucos” – Presidente Leonardo Soares Lages Gonçalves – Federação de Automobilismo do Estado do Piauí (FAEPI)

“A minha escolha por Giovanni é meramente por seu caráter e competência! Acredito que ele fará um excelente trabalho, dando continuidade ao que já estava sendo feito e contribuirá para o crescimento do automobilismo no Brasil” – Presidente Miguel Jacob Miguel Filho – Federação de Automobilismo da Bahia (FBA)

“Giovanni é um amante do automobilismo, principalmente do kart, além de ser um candidato que está recebendo apoio das maiores lideranças do.automobilismo, como o Nelson Piquet, Lincoln Oliveira (StocK Car) e da associação dos pilotos (ABPA). Tenho certeza que a CBA será administrada com muita responsabilidade, como Dadai também administrou. Não só o Nordeste, como o automobilismo no Brasil terá uma nova fase, é o que esperamos. Por isso que votamos nele e com certeza a vitória será nossa” – Presidente John Kennedy Fonseca – Federação Sergipana de Automobilismo (FSA)

“Acompanho o trabalho do Giovanni já há um bom tempo. Tem foco, determinação e fé em tudo que se compromete. Tem um trabalho fantástico no Kartismo, tanto Nacional como Internacional. A nossa FAU só tem a agradecer pelos serviços já prestados ao Automobilismo Paraibano e tenho convicção que o mesmo, sendo o nosso novo Presidente da CBA, o nosso Automobilismo Brasileiro só terá a crescer” – Presidente Otávio Ribeiro Coutinho Sobrinho – Federação de Automobilismo do Estado da Paraíba (FAEP).

Santa Catarina também manifestou apoio a Guerra. Entretanto, a entidade encerrou o ano com débitos na CBA e, portanto, sem direito a voto. A reversão do quadro pode acontecer, desde que haja quitação até o dia da assembleia eletiva, marcada para 15 de janeiro.

Há, ainda, uma questão bem particular envolvendo da Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina (FAUESC). Se resolvida a pendência financeira, o voto do presidente em exercício, Admir Chiesa, já foi declarado para Guerra. Mas o presidente afastado João Alfredo Novaes, luta na justiça para reaver o posto e votar em Milton Sperafico.


Capa/Destaque – Giovanni Guerra concorre pela primeira vez à presidência da CBA – Foto CBA

Acompanhe o Diário Motorsport no Youtube Twitter  Facebook

2 COMENTÁRIOS

  1. Giovanni é um homem de Deus em primeiro lugar, extremamente competente, sério e correto, tenho certeza que fará uma gestão excelente ,com muitas ideias ótimas, e com apoio incondicional do Piquet e do Lincoln entre outras grandes personalidades do esporte !! Não tem como não ter um sucesso enorme!! Que Deus abençoe!! Amém Amém Amém!!
    Viva a CBA Nova!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here