Embora se mantenha nos quadros da equipe, a liberação foi motivada pelas incertezas em relação ao programa de SportsCar da Penske para 2021

Por Américo Teixeira Junior

Helio Castroneves defende a Penske desde 2018, quando estreou a parceria com a Acura no IMSA SportsCar – Foto LAT Images/IMSA, Elkhart Lake, WI, 02.08.2010)

Após 20 anos como piloto do Team Penske, Helio Castroneves foi liberado para buscar oportunidades fora da equipe de Roger Penske. A mesma posição foi tomada em relação aos demais pilotos do programa IMSA: o colombiano Juan Pablo Montoya e os norte-americanos Ricky Taylor e Dane Cameron. Não se trata de demissão em quaisquer dos casos, mas reflexo das incertezas geradas pela dificuldade em âmbito mundial.

O ponto de partida é a não renovação de contrato entre Team Penske e Acura, divisão de carros esportivos/veículos de luxo da Honda. Basicamente, o desacordo foi motivado por diferentes perspectivas. Enquanto Roger Penske não se mostrou disposto a abrir mão da exclusividade na categoria principal da competição, a DPi, a Acura revelou seu objetivo ampliar a participação, para além da equipe campeã de 2019, pulverizando o mesmo orçamento em mais de um time.

Instalado o impasse, as partes acharam por bem não avançar com o acordo que tem seu término determinado para esta temporada. Tal decisão alijou a divisão SportsCar do Team Penske de seguir trilhando a linha-mestra das empresas que formam o império da Penske Corporation: trabalho planejado e de longo prazo. Assim, mesmo que outra parceria possa ser firmada no curto prazo, não está garantida a presença do time no campeonato de 2021.

Por outro lado, Castroneves nunca escondeu o seu desejo de permanecer na Indy. Entretanto, aliou-se desde o início ao projeto de SportsCar, a pedido de Roger Penske. Agora, como os novos tempos provocaram mudanças de atitude, o brasileiro de 45 anos está motivado a, eventualmente, promover uma mudança de rumos.

Especificamente sobre o momento no Acura Team Penske, Castroneves renova o seu eterno otimismo e maneira positiva de ver a vida como um todo – e os obstáculos, em particular. Segundo ele, fará de tudo para encerrar a parceria da melhor forma possível e não descarta a possibilidade de se manter ativo no IMSA SportsCar, mesmo que em outra equipe. Entretanto, reafirmou que estará, como sempre, apoiando Roger Penske, qualquer que seja o destino que o programa tenha no futuro.

Capa/Destaque: Helio Castroneves na Rolex 24 at Daytona – Foto LAT Images/IMSA (Daytona, FL, 24.01.2020)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here