William Lube, chefe de equipe da Voxx Racing Foto Stock Car)
William Lube, chefe de equipe da Voxx Racing (Foto Stock Car)

Por Americo Teixeira Junior –O chefe de equipe da Voxx Racing, William Lube, foi categórico ao afirmar hoje, ao Diário Motorsport, que as condições da corrida, no momento do acidente que marcou a etapa de Curitiba da Stock Car, não permitiam qualquer tipo de comunicação por rádio.

O Felipe vinha em uma disputa de posição usando o push da reta dos boxes, a mais de 240 km/h, momento em que só usamos o rádio para o alerta de um perigo imediato, como safety car, bandeira amarela, acidente etc. Além disso, não existe na Stock Car a função de ‘spotter’, que tem visão global da pista e pode alertar o piloto de perigos, como nos ovais americanos”, disse Lube.

O experiente chefe de equipe revelou, ainda, a dinâmica que dificulta uma visão mais geral da corrida. “Não havia como passar ao Felipe [Fraga] a posição exata do Thiago [Camilo] sem a imagem de TV ou com a visão que os engenheiros tem de onde os times ficam na mureta de box”, explicou.

foto_20048811520_16089_foto
Felipe Fraga não sofreu fraturas no acidente (Foto Stock Car)

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here