Em razão do trabalho realizado nesta temporada, o ex-piloto acredita num salto de qualidade na McLaren já a partir do ano que vem

Por Américo Teixeira Jr. – Fotos Rodrigo Berton/Grande Prêmio, de Interlagos

Gil de Ferran prefere não fazer projeções, preferindo vencer objetivos os objetivos imediatos e ir evoluindo sempre

A McLaren trabalha no carro de 2019 desde algum tempo e de acordo com o diretor esportivo da equipe, o brasileiro Gil de Ferran, já há 50% do projeto. Isso, de fato, não é propriamente uma novidade, pois todas as equipes adotam um calendário mais ou menos parecido. Mas a boa noticia é que agora, diferentemente dos recentes anos de carros sofriveis, a equipe sabe como impedir que o quadro se repita.

Diplomaticamente e sem entrar no detalhamento tecnico, Gil disse apenas que foram identificados “problemas fundamentais” e pontuais de algumas pistas. Embora não tenha verbalizado dessa forma, é factível supor que o carro será totalmente diferente para 2019.

Compartilhar

Muito obrigado por participar. Forte abraço, Americo Teixeira Jr.