MPRJ afirma ter provas de que parte do desvio foi parar nas contas empresariais da pilota

Por Américo Teixeira Jr.

Bia e o esposo Fábio em prova da Stock Car – Fotos FERNANDA FREIXOSA/VICAR (Goiânia, GO, 03.11.2018)

A piloto Bia Figueiredo, da equipe Ipiranga A. Mattheis de Stock Car, teve um dia trágico nesta quinta-feira, 25. Amanheceu com a notícia da prisão de seu marido, o empresário Fábio Figueiredo Andrade de Souza; com o passar das horas viu seu nome citado em fraude milionária e já passava das 22:00 quando seu contrato foi suspenso pela petrolífera. Fábio foi preso no âmbito da operação Pagão, que investiga desvio de dinheiro público por membros do Instituto Lagos Rio, gestor de unidade médicas do estado. A ex-competidora da IndyCar é acusada pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) de se beneficiar do esquema.

Foram presas sete pessoas, todas integrantes do Instituto e acusadas por organização criminosa, peculato e lavagem de dinheiro. Outras cinco são investigas. As verbas supostamente desviadas da saúde teriam ultrapassado a soma de R$ 9 milhões. Também foram presos Juracy Batista de Souza Filho e Fernanda Andrade de Souza Risden, respectivamente, sogro e cunhada de Bia. Os demais denunciados são: José Marcus Antunes de Andrade, Sildiney Gomes Costa, José Carlos Jorge Lima Buechem, Hugo Mosca Filho, Renê Borges Guimarães, José Antonio Sabino Júnior, José Pedro Mota De Sousa Ferreira, José Antônio Carauta de Souza Filho e Gustavo de Carvalho Meres.

O MPRJ acusa Juracy de ser o líder da organização e afirma ter provas de que a esportista, por intermédio de sua pessoa jurídica B3Três Produção e Promoção de Eventos Esportivos e Culturais, teria recebido pouco mais de R$ 1,1 milhão. Há suspeita de outros R$ 400 mil. O destino dos recursos teria sido, ainda segundo a denúncia aceita pela 35ª Vara Criminal da Capital, as corridas de Stock Car.

Casados desde 2016, o casal espera o primeiro filho para os próximos dias, uma vez o nascimento estava previsto para o início de julho. À reportagem do Jornal Nacional, da Rede Globo, Bia negou qualquer envolvimento com os negócios do marido e família, reiterando que está grávida e cuidando de sua saúde e do bebê. Reportagem de Evelyn Guimarães, do Grande Prêmio, informa que as redes sociais de Bia foram apagadas. Caberá agora, à vara acatadora da denúncia formulada pelo MPRJ, a investigação e posterior julgamento.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here