1mcq7662-72411Hélio Castroneves, 33 anos, brasileiro: INOCENTE!

Katiúcia Castroneves, 35 anos, brasileira: INOCENTE!

Alan Miller, 71 anos, norte-americano: INOCENTE!


O corpo de jurados do caso de evasão fiscal, no qual eram réus Hélio Castroneves, Katiúcia Castroneves e o advogado Alan Miller, determinou absolvição unânime para todos os processos. O único que não teve uma posição conclusiva foi o de conspiração, mas esse foi cancelado pelo juiz Donald Graham por ter perdido o objeto ou “mistrial case”, no jargão jurídico nos Estados Unidos. Isso significa dizer que não pode ter havido conspiração pois, como foram absolvidos nos outros seis casos, não houve crime. Assim, os Castroneves e Miller são cidadãos inteira e completamente livres, sem qualquer margem de dúvida ou dependência de qualquer medida. Numa frase: FOI FEITA JUSTIÇA!!!

Foram 47 dias na forma de provação para a Família Castroneves. Acusado de crimes contra o fisco norte-americano, Hélio Castroneves viveu o pior momento de sua jovem vida, sempre tão repleta de sucesso e vitórias. De ídolo internacional do automobilismo e elevado à condição de celebridade nos Estados Unidos por tem vencido o reality show de maior audiência da televisão norte-americana (Dancing with the Stars), viu-se arrancado do pódio para os bancos dos réus por crimes efetivamente não cometidos. Naquele outubro de 2008, quando ele e a irmã Katiúcia Castroneves, acorrentados como assassinos em série, foram indiciados, abria-se uma página de dor, sofrimento e incredulidade, hoje encerrada.

O sofrimento dessa família não pode ser mensurado, tamanha a intensidade. Passar por esse período com dignidade só foi possível pela união e fé dos moradores da casa de Coral Gables. Foram alguns os instantes de choro revoltado pela injustiça, mas inúmeras as ocasiões que a serenidade da fé e, sobretudo, a certeza da inocência faziam com que os Castroneves buscassem forças para enfrentar tudo aquilo.

Não quero dar uma de Galvão Bueno, mas eu sabia – e escrevi – que eles eram inocentes. Logo, permitam-me, essa festa também é minha.

10 COMENTÁRIOS

  1. Bem, como eu tinha escrito num texto em que tu alegavas veemente que Helinho era inocente e eu pedi cautela, agora venho dizer: tinhas razão. Nada melhor que esperar e ver que tudo não passava de um engano – e dos grandes.

  2. Como diria o pai de um amigo meu: “Helinho, meu filho”….

    Agora trata de sentar o traseiro no cockpit e ganhar a prova. Melhor, impossivel…..

    Boa sorte, Helio.

  3. Ameriquinho
    Antes de parabenizar a familia Castroneves quero aqui ressaltar sua grandeza, sua competencia e seu enorme senso de justica ao publicar sempre, sempre, sempre a verdade e acima de tudo a forma com que voce se entregou aos fatos como se fosse uma guerra, sua ultima batalha nessa vida.
    parabens Americo voce foi grande e os grandes tem seu lugarzinho reservado la na eternidade, bem ao lado do cara de barba que tanto faz por nos.
    Como eu disse no tribunal, a familia Castroneves eh de uma seriedade eh de uma firmeza de carater, de uma conduta irretocavel. Quando se fala em conduta, isso me faz lembrar que ao esclarecer aos jurados, quando questionado sobre porque eu havia dado as chaves de minha casa para o Helinho, eu simplesmente disse que conhecia a familia Castroneves e queria antes de tudo que um Castroneves servisse de exemplo aos meus filhos eu queria que o Helinho fosse um exemplo como foi para meus filhos.
    Parabens Heliao, Helinho, Kati, Sandra, meu xarazao Assola, meu xarazinho Castroneves Assolinha…voces foram demais!!!
    Sinceramente nao tenho palavras para expressar meu sentimento e ainda mais nesse teclado maluco do hotel aqui em Punta Del este onde me encontro…um teclado cheio de interrogacao de cabeca pra baixo, sem cedilha…enfim…..um horror, mas que com certeza nao me impedira de gritar bem alto.
    VALEU HELINHO AGORA ACELERAAAAAAAAA

  4. Caro Américo,
    Obrigada por nos manter informados durante todo esse processo.
    De maneira digna você trouxe as informações disponíveis e nos possibilitou um contraponto das notícias veiculadas por outros meios de comunicação.
    Confesso que tenho um medo terrível de ficar à mercê de jornalistas sem escrúpulos, que distorcem os fatos e divulgam as notícias de maneira tal a obter a venda de seu jornal, seja ele real, eletrônico ou virtual.
    Parabéns pela maneira como você mostrou a todos nós que quando um brasileiro sofre uma injustiça, como essa acusação que os irmãos Castro Neves sofreram, somos todos nós brasileiros que estamos no banco dos réus.
    É muito bom manter a esperança de que o jornalismo brasileiro possa ser sério e digno.
    É muito bom manter a esperança de que o jornalismo brasileiro possa ser sério e digno, mesmo sem sensacionalismos.
    Um grande abraço,
    Rita

  5. Ufa…..esse é o primeiro dia que entro nessa página e me sinto feliz….depois de acessar todos esses dias acompanhando essa agonia dos meus queridos amigos, finalmente podemos gritar vitória!!! E em especial quero agradecer ao autor deste informativo por ter nos mantido atualizados o tempo todo, nem todos os dias conseguíamos falar com eles lá, e aqui íamos sendo informados! Deus o abençoe!!!!
    Gisele

  6. Americo,

    Voce sabia!!!!!!! É isso aí baby. Não foi à toa que fomos testemunhas de defesa. Aí está o resultado M A R A V I L H O S O. Deus seja louvado. Nos falamos. Beijos e um milhão de parabens a Helinho e Katiucia. Mal posso me segurar: Explode coração.

    Beijos querido Americo

  7. Nem li a notícia…só o título, e fui direto ao site do Hélio…
    Agora que voltei…
    Muito obrigada Américo, muito obrigada mesmo pela “cobertura”, obrigada pela confiança no Hélio e na Kati, tu és um amigo verdadeiro deles com certeza, não é a toa que fostes testemunha deles…
    Obrigada DEUS!!! Muito obrigada DEUS!!!

    Pessoal: vão até o site do Hélio (www.heliocastroneves.com) e mandem suas mensagens p/ ele, p/ Kati e os pais dele…ELES MERECEM….!!!!

  8. Agora queremos ver a mídia “do contra” dar o mesmo destaque na fantástica notícia que o Diario Motorsport traz em primeira mão.

    Parabéns Américo, sua atuação nesse caso nos faz manter esperanças em um jornalismo digno, honesto e preocupado em mostrar em detalhes todas as facetas do esporte e dos esportistas nacionais.

    Parabés Helinho e Katiúcia. Em momento algum tivemos qualquer dúvida da inocência de vocês!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here