Em sua terceira participação na tradicional competição da Oceania, o piloto de 18 anos foi ao pódio em nove das 15 corridas

Por Américo Teixeira Junior – Fotos TRS Media

Pedro Piquet (5) chegou liderando a pontuação no último dia, mas perdeu o título para o australiano Thomas Randle (49)

Após uma jornada marcada pela presença constante entre os seis primeiros, o brasileiro Pedro Piquet encerrou como vice-campeão o 2017 Castrol Toyota Racing Series, cuja última etapa aconteceu no domingo, 12, em Manfeild, na Nova Zelândia.

O piloto de 18 anos da equipe M2 Competition venceu a primeira prova da rodada tripla decisiva, no sábado, e chegou para a decisão liderando a tabela. Apesar disso, foi superado em cinco pontos pelo australiano Thomas Handle, 20, que chegou ao título pilotando para a Victory Motor Racing.

Ao longo das 15 corridas que compuseram o calendário da competição neozelandesa, Piquet obteve três vitórias, um 2º, quatro 3º, dois 4º, três 5º e um 6º. Seu pior resultado, o 17º na segunda prova da rodada inaugural, em Ruapuna, foi em decorrência de uma punição, após chegar em 2º.

A direção de prova considerou como desleal a sua defesa de posição, ante aos ataques de Handle. A consequência foi o acréscimo de 30s e perda de três pontos, fato que se mostrou fatal a seus objetivos de título.

Quando tinha 16 anos, Pedro disputou algumas provas do certame em 2015, mas precisou se retirar por conta de problemas na sua documentação. O fato provocou a ira do tricampeão Nelson Piquet er um pedido formal de desculpas por parte da Confederação Brasileira de Automobilismo. No ano seguinte, superado o problema, o ainda menor de idade participou normalmente e venceu duas corridas.

A competição é procurada por pilotos de Fórmula 3 e serve de preparação para a temporada do FIA F3 European Championship. Todos os competidores utilizaram o chassi Tatuus FT 50 equipado com o motor Toyota 1.8 e 215 cv.  Em termos de comparação, a categoria europeia tem motorização de 240 cv.

Pedro Piquet somou 850 pontos, contra 855 do campeão Thomas Randle; o título foi decidido na 15ª e última prova
Compartilhar

Muito obrigado por participar. Forte abraço, Americo Teixeira Jr.