Felipe Drugovich largou em primeiro e por lá ficou ao longo das 28 voltas da corrida 2 na Áustria

Por Vitor Fazio, do Grande Prêmio

Nas duas provas, o piloto paranaense largou na primeira fila: 2 no sábado e pole no domingo – Fotos Reprodução TV (Zelweg, Áustria, 05.07.2020)

A estreia na Fórmula 2 costuma ser dura. O carro tem mais potência, assim como o grid se torna mais competitivo, o que leva a uma longa curva de aprendizado. Só que isso não parece se aplicar a Felipe Drugovich, que chegou com tudo: o brasileiro aproveitou o grid invertido da F2 para vencer a corrida 2 no Red Bull Ring, realizada neste domingo (5). Pedro Piquet e Guilherme Samaia obtiveram, respectivamente, as posições 13 e 15.

O brasileiro teve uma prova livre de erros. Drugovich foi cirúrgico nas relargadas, necessárias após três intervenções do safety-car. A grande ameaça, Louis Delétraz, não conseguiu aproveitar as chances para tirar o líder do sério. Dessa forma, Felipe abriu mais de 1s de vantagem, tirando o DRS do segundo colocado. Foi a chave final para sair vencedor.

CLIQUE AQUI E LEIA A MATÉRIA COMPLETA NO GRANDE PRÊMIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here