Por Americo Teixeira Jr. – O BMW Team Brasil se manterá nas pistas normalmente, mesmo com a não renovação do patrocínio do Banco do Brasil, e não haverá modificação no quadro de 21 funcionários (20 brasileiros) que trabalham na sede, em Portugal. É o que afirma o empresário Antonio Hermann, dono da equipe brasileira que disputada os certames do Blancpain Series e chefe de equipe ao lado de Washington Bezerra.

Com as mudanças na diretoria do BB e face a conjuntura econômica atual, nossa renovação ficou prejudicada. Continuamos a manter um excelente relacionamento com o Banco e esperamos que no próximo ano nossa proposta seja reavaliada, uma vez que o projeto foi merecedor de muitos elogios pela qualidade, retorno e profissionalismo nas entregas contratuais”, disse Hermann, que garantiu a manutenção do projeto, mesmo com recursos próprios. Porém, está otimista no que tange à substituição do title sponsor. Sem revelar detalhes, afirma que o trabalho nesse sentido está em estágio avançado.

Enquanto isso não acontece, alguns ajustes estão sendo feitos, notadamente nas disputas do Blancpain Endurance. “Fizemos Paul Ricard só com um carro [Átila Abreu, Sergio Jimenez e Felipe Fraga] e faremos Spa [24 Horas de Spa-Francorchamp, na Bélgica, 25/26 de julho] só com um carro. Essa decisão deveu-se ao investimento que teríamos que fazer para corridas noturnas, aproximadamente 95.000,00 Euros [algo em torno de R$ 330.000], e que ao final do ano, face a obrigatória troca de carro e equipamento, perderíamos”, explicou.

Esse ajuste, porém, ocorre apenas no Endurance. No Blancpain Sprint Series, campeonato que o BMW Team Brasil é vice-líder entre as equipes e ocupa a mesma posição no certame de pilotos (com Átila Abreu e Valdeno Brito), o time vai completo. Para a quarta etapa do campeonato, que acontece neste sábado, 4, em Moscou, Rússia, a relação de inscritos aponta as participações dos carros #0 e #77, respectivamente, com as duplas Cacá Bueno/Sergio Jimenez e Abreu/Brito.

Valdeno Brito e Átila Abreu e o BMW Z4 DT3 do BMW Team Brasil (Foto Olivier Beroud/Vision Sport/Blancpain Cup Media)
Valdeno Brito e Átila Abreu e o BMW Z4 DT3 #77 do BMW Team Brasil (Foto Olivier Beroud/Vision Sport/Blancpain Cup Media)

1 COMENTÁRIO

  1. Me pergunto porque tudo por aí, inclusive automobilismo precisam usar apoio estatal.
    Existem Montes de empresas multinacionais brasileiras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here