Giovanni Guerra, que foi eleito em primeiro mandato que se estenderá até janeiro de 2025, foi um dos alvos da oposição

Por Américo Teixeira Junior

A partir de R$ 10/mês, você pode colaborar com o Diário Motorsport independente e investigativo CLIQUE AQUI E PARTICIPE!

O candidato derrotado à presidência da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), o ex-piloto Milton Sperafico, emitiu nota pública de repúdio nesta sexta-feira, 15, logo após a eleição de Giovanni Guerra para o quadriênio 2021/2015. A manifestação, porém, provocou reações imediatas.

No documento intitulado “Nota Pública“, Sperafico expressou o desapontamento da chapa Acelera Brasil quanto ao desfecho da Assembleia Geral Eletiva. Explicou os motivos pelos quais foi pedida a impugnação de eleitores, cuja negativa gerou a saída em bloco do grupo de oposição do recinto.

Citou diretamente as federações de Alagoas, Maranhão, Piauí e Tocantins, além da Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo (ABPA). Destacou que “a validação de votos, que não preenchem os requisitos legais, se traduz em vício de nulidade“.

A entidades estaduais foram acusadas de não cumprir obrigações básicas para ter direito a voto, tais como número mínimo de 50 filiados e realizar eventos de pelo menos três modalidades. Em adição, a Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão (FAEM) foi alvo por um segundo motivo alegado: “ausência de mandato válido de representação”. Já a ABPA foi acusada de não realizar “consulta pública” para identificar a preferência dos associados em relação aos dois candidatos.

Procurados, todos os respectivos presidentes de federação consideram equivocadas as demandas da Oposição. Segundo eles, todas as entidades citadas estão de posse do Alvará de Funcionamento 2021, que comprova o cumprimento das premissas básicas para a conquista do direito a voto.

O que eles disseram

A CBA só emite [o Alvará de Funcionamento] quando a federação cumpriu com todas as exigências para o funcionamento legal. Quanto ao comportamento [da Oposição], é coisa de eleição. Agora devemos desarmar os palanques, nos unir e trabalhar em prol do automobilismo, que fazemos por paixão. Quanto ao Milton, tenho como um amigo, estimo a ele e seus familiares, são tradicionais amantes do automobilismo“.

Jeferson Cavalcante Magalhães – Federação Alagoana de Automobilismo (FAA)


Sobre a impugnação do meu voto, posso dizer que o Estatuto da FAEM prevê que a eleição deverá se dar até a segunda quinzena de janeiro. Está muito claro no Artigo 16. A minha eleição anterior se deu na primeira semana de janeiro porque, na época, tínhamos compromissos e antecipamos o início. Com a graça de Deus, apesar de todas as dificuldades, tivemos pilotos em velocidade, kart e rali de regularidade, num total de 89“.

Giovanni Guerra – Federação de Automobilismo do Estado do Maranhão (FAEM)


A federação do Piauí tem 50 filiados em mais de três categorias. Está no site da CBA à disposição de todos. Fico triste porque não sabia que se jogava tão baixo. Estou desde 2017 como filiado à CBA, completei meus quatro anos e sempre recebi meus alvarás. Até onde sei, para você receber os alvarás tem que estar regular com as exigências. O Sul, Sudeste e Centro-Oeste foram – e são – muito importantes no desenvolvimento de nosso automobilismo, porém, o Nordeste existe também e hoje fazemos com muita dificuldade e com muito boa vontade o automobilismo no Nordeste“.

Leonardo Soares Lajes Gonçalves – Federação de Automobilismo do Estado do Piauí (FEAPI)


Alegaram que não fizemos Velocidade na Terra e, de fato, nos preparamos, mas não conseguimos concluir por causa da pandemia. Só que seria nossa quarta modalidade, pois fizemos kart, Track Day e Drift. No final, terminamos 2020 com 74 pilotos. Eles estavam equivocados com a informação. Além disso, é a CBA que verifica os quesitos para liberar o alvará, não a oposição em plena eleição. Foi discurso de perdedor“.

Antonio José Vieira – Federação de Automobilismo do Estado do Tocantins (FAT)

Acompanhe o Diário Motorsport no Youtube Twitter  Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here