Ed Carpenter já enbolsou 33 pontos (Foto IndyCar
Ed Carpenter já embolsou 33 pontos (Foto IndyCar

Por Americo Teixeira Jr., de Indianapolis – A Indy 500 poderá mudar radicalmente a classificação do Verizon IndyCar Series, uma vez que a eficiência plena poderá contemplar seu autor com 146 pontos. Vejam por que:

1 – No primeiro dia do Qualifying, todos os pilotos pontuaram, de 33 a um ponto. O mais rápido do dia, Ed Carpenter (Ed Carpenter Racing), somou 33 pontos. Carlos Munhoz (Andretti Autosport) levou 32, 31 para o 3º, Helio Castroneves (Team Penske) e assim sucessivamente até o 33º e último, Buddy Lazier, com um ponto de bônus;

2 – Somente os pilotos participantes do Fast Nine estarão sujeitos a uma nova bonificação. Carpenter, Munhoz e Castroneves se juntarão a James Hinchcliffe (Andretti Autosport), Will Power (Team Penske), Marco Andretti (Andretti Autosport), Simon Pagenaud (Schmidt Peterson Motorsports), Josef Newgarder (Sarah Fisher Hartman Racing) e JR Hildebrand (Ed Carpenter Racing) para disputar a pole e a respectiva pontuação de 9, 8, 7, 6, 5, 4, 3, 2, 1;

3 – Na corrida, a pontuação será dobrada em relação à pontuação normal, com 100 pontos para o vencedor e 10 para o 33º e último;

4 – Por fim, os bonus tradicionais – um ponto pela pole, um pela liderança de pelo menos uma volta e dois pelo mais número de voltas lideradas-  se mantém sem alteração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here