Investigação da CBA verte sobre suspeita de evasão de filiação

Por Américo Teixeira Junior

Pilotos premiados pela FAUESC pela temporada 2018 e o presidente João Alfredo (esq. para dir., sexto agachado)

O dirigente João Alfredo de Novaes, presidente da Federação de Automobilismo do Estado de Santa Catarina (FAUESC), emitiu um comunicado a respeito da investigação em curso na CBA, incluindo a informação de que foi orientado pela entidade a suspender a filiação com pagamento parcelado. O caso foi divulgado com exclusividade pelo Diário Motorsport.

Novaes esclareceu que a federação adotou um plano próprio de parcelamento para emissão de cédulas desportivas, com encaminhamento do pedido para emissão à CBA apenas após quitação. Ressaltou que “nem todos reconheceram este procedimento como válido ou genuíno, e em 02/04/2019 a CBA recebeu uma denúncia sobre os procedimentos”. O intuito foi o de ajudar os pilotos, acrescentou.

Explicou, ainda, que as acusações foram imediatamente respondidas e que a CBA está ciente sobre a ausência de dolo para pilotos, Federação e para ela própria. Informou que estão disponíveis aos associados todos os relatórios financeiros e de auditoria.


Fotos Reprodução do Facebook da FAUESC

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here