Por Americo Teixeira Jr., de Interlagos – Não será mais executada a chamada “Reforma do Século” em Interlagos. Já está devidamente arquivada a mirabolante ideia de construir uma nova área de boxes e paddock no setor que hoje é ocupado pelas arquibancadas populares na reta após o “Esse do Senna”.

O aglomerado populacional naquele entorno do Autódromo Municipal José Carlos Pace e algumas dificuldades do terreno – inclusive ambientais – direcionaram ao atual área de box os esforços para dotar Interlagos dos espaços que a Fórmula 1 atual necessita.

Isso significa dizer que qualquer solução, dentre as em estudo, só estarão concluídas para a etapa de 2015. Não é possível saber o que será feito preliminarmente em 2014 por conta da indefinição do projeto. De todo modo, é compromisso da prefeitura cumprir algumas etapas para o próximo GP.

A má notícia para o automobilismo brasileiro é que, quanto mais demorada for essa definição, menos tempo haverá para as tramitações necessárias, o que deixaria como escolha viável refazer todo o asfalto já para 2014. Isso, na prática, deixaria a pista paulistana sem disponibilidade de uso por pelo menos seis longos meses.

Largada do Grande Prêmio do Brasil de 2013 (Foto Beto Issa/GP do Brasil)
Largada do Grande Prêmio do Brasil de 2013 (Foto Beto Issa/GP do Brasil)

 

1 COMENTÁRIO

  1. Situação ridicula a do Hahahahahadad… Primeiro anuncia a reforma, depois põe preço e data de incio e termino, depois licita a obra, depois a licitação é melada por uma construtora, depois licita de novo e agora vem com essa estorinha de “aglomerado populacional e dificuldades ambientais”. Tudo metira… Porque os acessos e os problemas da nascente foram resolvidos pela SP-Urbanismo e SP-Obras em maio de 2012, quando da finalização do ante-projeto por essas autarquias da prefeitura! O que o Hahahahadad quer é enrolar o tio Bernie porque ficou sem os R$0,20 do busão!!! Me engana que eu gosto!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here