Por Américo Teixeira Junior – Apesar de ter sido denunciado pela Comissão Disciplinar do Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Automobilismo, o piloto Lucas Foresti está totalmente livre para dar prosseguimento à sua carreira na Stock Car – ou em qualquer outra categoria.

Denunciado por uso de substância não permitida após a coleta de material na etapa de Curitiba, em outubro do ano passado, Foresti cumpriu a suspensão automática de 30 dias, pôde renovar sua filiação para 2016 e disputou normalmente as etapas iniciais da Stock Car, visto até então não ter havido julgamento.

Este, de fato, aconteceu no último dia 12, na sede da Confederação Brasileira de Automobilismo, no Rio de Janeiro. Na ocasião, por unanimidade, a denúncia foi julgada procedente para suspensão de 90 dias, a contar da data da coleta do material.

Na prática, foi uma vitória em face à punição passível de ser aplicada inicialmente, de dois anos de suspensão. Isso significa que a pena já foi cumprida e, portanto, não há mais pendências, tanto que “o denunciado não manifestou a intenção de recurso”.

Foto Fernanda Freixosa/Vicar

Compartilhar

Muito obrigado por participar. Forte abraço, Americo Teixeira Jr.