sexta-feira, junho 21, 2024

Será mesmo que a Red Bull foi tão amadora?

Share

Charles Leclerc garantiu sua nona pole position do ano

Por Américo Teixeira Junior

Para a Ferrari, foi a 11ª pole do ano em nove de Charles Leclerc – Foto Scuderia Ferrari Press Office (Marina Bay Street Circuit, Singapore, 01.10.2022)

Embora já fossem estreitas as chances de Max Verstappen garantir por antecipação o título da temporada neste domingo, 2, no Singapore Grand Prix, elas praticamente desapareceram após o Qualifying. Enquanto Charles Leclerc garantiu a pole position para a Ferrari, coube ao piloto da Red Bull se contentar com o 8º posto. A prova será disputada no Marina Bay Street Circuit a partir de 9:00 (horário do Brasil), com transmissão ao vivo pela TV Bandeirantes.

A chuva da manhã já havia parado, mas exigiu ginástica mental dos engenheiros porque o traçado de 5.063 metros alternava trechos secos e úmidos. No Q3, entretanto, as equipes puderam utilizar os pneus macios e a posição de Leclerc parecia ameaçada por Verstappen, em sua última tentativa, já com o cronômetro zerado.

Ficou na vontade, entretanto, pois o campeão mundial foi chamado aos boxes, abortando a volta, alegadamente por falta de combustível. Para uma equipe que tem a estratégia como um de seus pontos fortíssimos, não é de todo imprópria supor que o motivo tenha sido outro – e não algo tão amador.

Numa pista com baixíssimo índice de ultrapassagem e Verstappen precisando vencer – e ainda com Leclerc não além do 8º posto – para antecipar a conquista, não é lógico contar com essa possibilidade.

Capa/Destaque: Foto Peter Fox/Getty Images (Marina Bay Street Circuit, Singapore, 01.10.2022)

Read more

Local News