Felipe Nasr cumpre a sua segunda temporada no time fundado por Peter Sauber (Foto D. Reinhard/Sauber F1 Media)
Felipe Nasr cumpre a sua segunda temporada no time fundado por Peter Sauber (Fotos D. Reinhard/Sauber F1 Media)

Por Américo Teixeira Junior – Principal patrocinador da equipe Sauber F1 Team, o Banco do Brasil recebeu garantias de que “o calendário seguirá normalmente até o final da temporada, com a participação da escuderia e seus dois pilotos em todas as etapas do campeonato”. Caso isso não aconteça, porém, a direção do Banco informou ao Diário Motorsport, por intermédio de sua assessoria, que “existe dispositivo que prevê a rescisão do contrato sen ônus para o Banco”.

 

5 COMENTÁRIOS

  1. Um início tão promissor em 2015 pra acabar dessa maneira. Talvez fosse mais negócio pro Nasr voltar a ser reserva da Williams e esperar a aposentadoria do Massa ou uma eventual saída do Bottas. Andar no fim do grid só vai queimá-lo.

  2. Equipe fraquíssima, já cotada como a pior de 2016. . .
    Piloto rent-a-driver, também nem cheira nem fede. . .
    Em resumo, farão apenas figuração, seja pelo período de sobrevida que possam ter.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here