Nelson Angelo Piquet recebe o carinho dos fãs nos testes de pré-temporada da Fórmula E em Donington (Foto FIA FE Media)
Nelson Angelo Piquet recebe o carinho dos fãs durante os testes de pré-temporada da Fórmula E em Donington (Fotos FIA FE Media)

Por Américo Teixeira Junior – O brasileiro Nelson Angelo Piquet é um dos pilotos considerados pela Haas F1 Team para a sua temporada de estreia em 2016. O time norte-americano, fundado por Gene Haas, não tem planos de colocar novatos em seus carros. O Diário Motorsport apurou que conversas nesse sentido de fato aconteceram recentemente entre representantes da equipe e do piloto, mas não foi possível identificar o grau de intensidade. Ao ser questionado, o atual campeão mundial da Fórmula E preferiu reafirmar seu compromisso com a categoria dos carros elétricos, sem comentar o assunto de forma objetiva. Ou seja, não confirmou, mas também não desmentiu.

Piquet fez questão de deixar claro que, como piloto profissional, “meu interesse é andar em uma situação em que possa ganhar corridas”. Por conta disso, sua opção pela Fórmula E é clara: “Prefiro andar na Fórmula E, numa equipe em que possa vencer provas e disputar o bicampeonato, a andar de Fórmula 1 para ficar atrás do grid e passar raiva”.

O ex-piloto da equipe Renault revelou que até consideraria alguma possibilidade, caso não houvesse coincidência de datas, “mas como o calendário bate, só deixaria a Formula E se fosse para uma situação boa [chance de vencer corridas]”.

Aos 30 anos, o filho do tricampeão Nelson Piquet vê a Fórmula 1, atualmente, de maneira diferente em relação a muitos de seus pares no automobilismo internacional. “Entendo que há pilotos que preferem participar da Fórmula 1, [mesmo] sem chance de vitória, a disputar vitórias na Fórmula E, por exemplo. Mas não é meu caso no momento“.

Sobre isso, o piloto da NEXTEV TCR Team (Fórmula E) e SH Racing (Global Rally Cross) é taxativo: “Para andar na Fórmula 1 e fazer número, acho que não faz muito sentido no atual estágio da minha carreira”, completou.

Em entrevista ao site F1.com, o team principal da Haas, o italiano Guenther Steiner, revelou que espera anunciar pelo menos um dos pilotos até o final de setembro, acrescentando que, atualmente, são duas as negociaçãoes em curso. Já o site Autosport.com informou que um dos pilotos da Haas será escolhido dentre os reservas da Ferrari, sua parceira técnica, referindo-se ao mexicano Esteban Gutierrez e ao francês Jean-Eric Vergne. Este último já está confirmado na DS Virgin Racing Formula E Team.

Procurada também pelo Diário Motorsport, a Haas F1 Team ainda não havia se manifestado até a publicação desta matéria.

_sbl0622
Nelson Piquet “Junior” nos testes de Donington (Foto FIA FE Media)
Compartilhar

6 COMENTÁRIOS

  1. Concordo com o Nelsinho, ele está muito bem na Fórmula E, eu acompanhei a primeira temporada em que ele se sagrou campeão, aliás acompanho a carreira dele, desde sempre, pois sou eterna fã do seu pai. E é bom lembrar que a Fórmula 1, caiu muito nestas últimas temporadas, pelo menos para mim.

Muito obrigado por participar. Forte abraço, Americo Teixeira Jr.