Arquivo PDF

(Domingo, 16 de março de 2014) Uma prova de endurance é basicamente uma ocasião para superar desafios e ampliar limites.  E foi justamente isso que o brasileiro Oswaldo Negri Júnior fez neste sábado, 15, na disputa da 62ª Annual Mobil 1 Twelve Hours of Sebring, segunda etapa do TUDOR United SportsCar Championship, no Sebring International Raceway. Se já não fosse o bastante uma maratona de 12 horas no histórico circuito misto da Flórida, Negri e seus parceiros da Michael Shank Racing tiveram de enfrentar uma dose cavalar adicional de dificuldades, pelo fato de o Ford EcoBoost #60 ter sido removido para o 64º e último lugar do grid.

Essa ocorrência foi devida à quebra do motor no treino noturno da quinta-feira, o que não permitiu que Negri pilotasse o mínimo exigido pelo regulamento sob luz artificial (três voltas). Diante disso, o chefe de equipe Michael Shank optou por aceitar a punição e largar atrás. De outro modo, até poderia largar na sua posição original (11º), mas não contaria com o brasileiro no trecho noturno, o que foi de pronto descartado.

Como essa decisão foi tomada antes do Qualifying, Negri foi para a pista sem se preocupar com tempo, apenas para continuar a programação de acerto do carro. Mesmo assim, o tempo de 1min54s062 o colocaria na 11ª posição. Coube a Negri conduzir o carro nas primeiras duas horas de corrida, promovendo uma escalada de posições de grande vulto, mesmo em meio aos riscos de fazê-lo diante de um grid cheio.

Com tantos carros na nossa frente, o objetivo era avançar o mais rapidamente possível para não perder mais tempo do que o necessário em relação aos líderes. Então, fui pra cima com tudo, mas tomando todo o maior cuidado possível para não me envolver em acidentes”, disse o piloto. O esforço foi válido, mesmo com alguns sustos pelo caminho, pois nos stints seguintes os teammates John Pew e Justin Wilson puderam pilotar no grupo de vanguarda. Ozz, como é mais conhecido nos Estados Unidos, devolveu o carro entre os dez primeiros e o trio se manteve nessa posição até o fim, apesar de o câmbio ter travado em segunda marcha numa fase da prova.

Ao final de 12h00min50s553, com 291 voltas e na mesma do líder, o Ford EcoBoost Riley #60 cruzou a linha de chegada em 9º. “Olha, com o ritmo de corrida que conseguimos ditar, acho que nossa equipe teria chegado numa posição muito melhor posição. Mas o importante é que conseguimos chegar, apesar de todos os problemas, e para a Ford Racing foi uma ótima jornada”, disse Negri, ressaltando o fato de os três carros equipados com motores Ford EcoBoost terem completado a prova entre os dez primeiros, incluindo o trio vencedor, formado por Scott Pruett, Memo Rojas e Marino Franchitti.

A sequencia do TUDOR United SportsCar Championship será no dia 12 de abril, no circuito de rua de Long Beach, na California. Ozz Negri desembarca nesta segunda-feira no Brasil para disputar, no próximo domingo, a abertura da Stock Car como piloto convidado, ao lado do atual campeão Ricardo Maurício, da equipe Eurofarma-RC

Veja ainda…

Ozz Negri Website Oficial

Ozz Negri Galeria de Fotos

Ozz Negri Twitter

Ozz Negri Facebook

Calendário Tudor United SportsCar Championship

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here