Milton Sperafico foi apoiado pelas federações mais fortes do país e que reúnem o maior número de pilotos

Por Américo Teixeira Junior

Derrotado na eleição para a presidência da CBA, o paranaense Milton Sperafico manteve a elegância e a postura democrática de sempre. Além de em nenhum momento manifestar desejo de recorrer, pelo contrário, cumprimentou o vencedor Waldner Bernardo (Foto Chapa Bandeira Verde) e afirmou peremptoriamente: “Encerrou-se o meu ciclo político no automobilismo“.

O campeão sul-americano de Fórmula 3 B (1993), Sperafico foi apoiado pelas federações do Rio Grande do Sul, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás e Pará, além do voto da Associação Brasileira de Pilotos de Automobilismo por meio de eleição interna.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here