Piloto de 22 anos correria pela Hot Car Competições, de Amadeu Rodrigues

Por Américo Teixeira Junior

Piloto paulista disputou o Blancpain GT Series Sprint Cup nesta temporada (Fotos FotoSpeedy)

A Confederação Brasileira de Automobilismo vetou a participação do piloto Lukas Moraes, que faria sua estreia na Stock Car nesse fim de semana, no Velo Città. O motivo foi a falta da licença Master, exigida de todos os participantes da categoria.

Consultada, a entidade explicou, por intermédio de sua assessoria de imprensa, que de fato o piloto solicitou a autorização necessária na noite da última terça-feira, 18, mas não foi atendido por ser PGC-B (Piloto Graduado de Competição B). “Segundo o Código Desportivo do Automobilismo de 2018, em seu artigo 31.4, para a emissão da Licença Master o piloto deverá possuir no mínimo graduação PGC-A“, detalhou comunicado da entidade.

No requerimento enviado à CBA, o competidor alegou que sua promoção para o status de PGC-A deveria ter ocorrido em razão da conquista do vice-campeonato da Fórmula-3 Brasil, em 2014. No entanto, segundo a nota, o “Código Desportivo do Automobilismo, em seu artigo 31.3.2, estabelece que cabe ao interessado manifestar sua intenção em ser promovido, o que não ocorreu“.

Dessa forma, o teammate do titular Rafael Suzuki será o paranense Ricardo Sperafico.

Compartilhar

Muito obrigado por participar. Forte abraço, Americo Teixeira Jr.