Por Andrea Leite, de Indianapolis (USA) – Menos tenso do que em anos anteriores por não representar a eliminação de ninguém, o Bump Day deste domingo definiu as nove últimas posições do grid para a 96ª Indy 500, prova que marca o 101º aniversário da realizada pela primeira vez em 1911 e paralizada nos período das guerras mundiais. O nome do dia foi Sebastian Bourdais (foto), o melhor dessa fase final, enquanto Oriol Servia liderou o Practice 9, realizado enquanto a pista não esteve sendo utilizada para a qualificação. O grid de 33 carros, portanto, está definido, salvo alguma desistência ou acidente irreparável no treino final.

De maneira, prática, está praticamente encerrada a atividade de pista em Indianapolis. Diferentemente do que acontecia até recentemente, quando os 33 se dirigiam até New York para a foto histórica do grid em Manhatan, agora cada piloto vai para um canto do país para promover a histórica disputa. Muitos seguem para seus destinos ainda hoje, mas como diria o Professor Raymundo, do inesquecível Chico Anysio, é Vapt Vupt. Isso porque as atividades promocionais em Indianapolis serão retomadas já na terça-feira.

Pista, mesmo, só na sexta, e ainda assim um treino de apenas uma hora, o Practice 10, no Carburation Day. Sim, verdade, não há mais carburadores, mas quem disse que a tradição de Indianapolis está preocupada com esses detalhes? São aguardadas 250 mil pessoas nesse dia, que também será marcado pelo desafio de pit stop. Então, essa segunda é para arrumar a bagunça porque, chova ou faça sol (e aqui está bem quente), na terça a loucura recomeça. Clique Aqui e veja o grid completo.

 

1 COMENTÁRIO

  1. Só lembrado a todos que a Bia fez um grande Pole Day e surpreendeu muita gente e vai largar em uma posição boa e sua equipe pode dar uma força para chegar ao final com um ótimo resultado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here