Por Américo Teixeira Jr. – Eu nunca tinha saído do Brasil para uma cobertura internacional de automobilismo. Embora já tivesse viajado antes para fora do país, para cobrir uma corrida essa foi a minha estreia. E não poderia ter começado de forma melhor, pois foi justamente na legendária prova 12 Horas de Sebring, em sua 47º edição. Até então, minha cabeça funcionava 100% voltada para os monopostos, mas a partir daquela estada no Sebring International Raceway, passei a ser também um apaixonado admirador do endurance. Naquela mesma ocasião, uma prova da Barber Dodge Pro Series foi realizada como uma das preliminares e teve a vitória do brasileiro Nilton Rossoni, um talento maravilhoso. A companhia profissional e amiga do fotógrafo Miguel Costa Jr. foi uma enorme ajuda naquela minha estreia em solo norte-americano.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here