Boa performance de Ana Beatriz Figueiredo no Indianapolis Motor Speedway (Foto Michael L. Levitt LAT USA/IndyCar)

 

Por Andrea Leite, de Indianapolis (USA) – Com Helio Castroneves à frente, com a terceira melhor marca da semana, os pilotos brasileiros fecharam o acumulado até o Fast Friday com boa performance. No conjunto de suas 286 voltas, o piloto do Team Penske estabeleceu a média de 226.716 mph e ampliou o grupo da Chevrolet, que dominou oito entre as dez primeiras posições, incluindo as quatro primeiras.

Ao volante do Dallara DW12 Chevrolet da Andretti Autosport, mas sob a assistência da Conquest Racing, Ana Beatriz Figueiredo deu um salto qualitativo nesta sexta-feira e passou a figurar como a sétima mais rápida com 225.653 mph, ao cabo de 213 voltas ou um pouco mais de uma Indy 500 inteira.

A dupla da KV Racing Tecnology, também dentre as equipes com motor Chevrolet, da mesma forma registrou avanços. O destaque foi Tony Kanaan, que completou 218 voltas e se posicionou em 10º (225.322 mph). Já Rubens Barrichello, em sua primeira experiência numa etapa oficial em circuito oval, utilizou 310 voltas para poder se aclimatar. Ao final, encerrou esse primeiro período de testes com a 21ª media horária com 224.272 mph.

Dentre os brasileiros, Helio Castroneves obteve a melhor classificação no acumulado dos treinos livres em Indianapolis (Foto Dan Boyd LAT USA/Indicar)

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here