Por Américo Teixeira Junior – É fato que a equipe AH, do empresário Antonio Hermann, não fará parte do Blancpain GT Series deste ano, mas 2016 está longe de ser um ano sabático para o ex-piloto. Pelo contrário, já trabalha para voltar ao campeonato internacional, ao mesmo tempo que terá sua equipe de volta ao automobilismo nacional.

Ouvido pelo Diário Motorsport na noite desta terça-feira, 8, Hermann revelou que “quero entender o ambiente da Stock e do evento”. Se esse é o primeiro passo para ter uma equipe de Stock Car, deixa o assunto no ar: “Vamos ver o que o futuro nos reserva”.

Em termos práticos, as conversas estão em curso quanto ao seu ingresso Mercedes Challenge. “Não há definição ainda sobre quando vamos estrear, estamos falando com dois pilotos e se fecharmos seria na próxima etapa ou na outra em diante“.

Trabalho na Europa continua

Mas enquanto faz esse reingresso no automobilismo brasileiro, as ações visando a volta ao Blancpain GT Series não pararam. Ele é taxativo ao afirmar que “a equipe não acabou, apenas não disputará a temporada 2016 em função do dólar desfavorável e do momento do país que dificulta patrocínio”. Ele estima que teriam sido necessários três milhões de euros para disputar o título, caso competisse este ano.

Revela que as negociações com a Lamborghini continuam, pois os BMW Z4, utilizados até então pelo Team Brazil, estão sendo vendidos e a retomada da equipe será com o modelo Huracán da marca italiana. Há, evidentemente, um novo ritmo nessa negociação, visto o projeto ter sido transferido para 2017

O objetivo agora é trabalhar esse ano para reestruturar e voltar com tudo em 2017. Não está descartada, porém, a volta da equipe mais ao final da temporada, mesmo que seja um único evento, apenas como preparação para o ano seguinte.

Essa é a razão pela qual a sede de Portugal foi mantida, apesar da diminuição de atividade. Da equipe original, formada por brasileiros, dois funcionários continuam em Portugal, outros continuam com a AH em São Paulo e alguns estão atuando em equipes da Stock Car. “Do nosso time, ninguém ficou desempregado”, completou.

201510122213377_266312_547768_b40y6378_II
Team Brazil de Antonio Hermann (ao centro) no Blancpain Series Foto Tony Hermann)

6 COMENTÁRIOS

    • Falei com o dono da equipe na noite de terça. Se de lá para cá as coisas avançaram de forma positiva, fico feliz por eles.

      Américo Teixeira Junior

  1. Cara, para de falar besteira, você esta vendo tudo por fora e não sabe o real tamanho da equipe envolvida por tras para que o projeto de certo, e o real valor das pessoas que vc esta criticando na viabilização do mesmo.

  2. Sao essas coisas que nao aprovo no automobilismo brasileiro e que fazem nosso esporte caminhar a passos largos para a falencia! Um banqueiro, tirando espaco de um jovem que possa ter mais condicoes de representar o pais ao inves de um velho que ja passou da hora de se aposentar! E voce da imprensa apoiam isso?!!!!! L:amentavel!!!! Caras como esse deveriam ser banidos do esporte!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here