13710060_557602014422610_8521565686916742951_n
A vitória de Giuliano foi um presente antecipado para o pai Rogério, que aniversaria hoje (Foto Reprodução Facebook)

Por Américo Teixeira Junior – O piloto brasileiro Giuliano Raucci venceu domingo, em Mugello, a segunda prova da quarta rodada tripla do Campeonato Italiano de Fórmula 4. Ele já havia conquistado o pódio na etapa de sábado ao chegar em 3º lugar. O bom fim de semana permitiu que pulasse do 14º para o 7º posto na pontuação que é liderada pelo argentino Marcos Siebert. Mais do que um resultado expressivo para um competidor que busca um lugar no difícil automobilismo europeu, a conquista do paulista de 17 anos evidencia um modelo de formação que exige muito do esportista, mas que tem valido a pena.

Ayrton Senna já havia feito isso, Roberto Pupo Moreno também e é crescente o número de pilotos brasileiros que adotam a mesma estratégia. Significa sair cedo do Brasil e guiar pela primeira vez um carro de corrida na Europa. É, sem dúvida, uma difícil decisão de deixar o conforto do lar e se jogar num desafio que nem sempre é vitorioso, mas que proporciona um amadurecimento notável na maioria dos casos.

Esse foi o caminho adotado por Giuliano. Depois de cumprir uma carreira inicial no kartismo brasileiro, seguiu para a Europa com o objetivo de se aprimorar na modalidade e lá ficou para fazer carreira no automobilismo internacional. Estreou ano passado no Italiano de Fórmula 4 pela Prema e atualmente corre na DieGi Motorsport.

Com a carreira orientada pelo escritório de Nicolas Todt e sendo treinado pelo piloto Danilo Dirani, Giuliano e a família choraram de emoção no domingo. Sabem que o futuro reserva mais obstáculos e dificuldades, mas nada como uma vitória para recarregar as baterias.

13754502_557602041089274_5835958338406683606_n
Ao longo do fim de semana em Mugello, Giuliano Raucci somou ao todo 40 pontos (Fotos Italian F4 Media)

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here