O piloto inglês Mike Conway, que no último domingo sofreu o mais violento acidente da edição 2010 da Indy 500, declarou nesta sexta-feira que “estou me sentindo bem no momento, considerando todas as coisas, e sou grato por estar vivo”. Ele reagiu bem ao tratamento recebido no Hospital Metodista de Indianapolis e deixou o complexo na tarde de ontem. Segundo o Dr. Michael Olinger, diretor da área médica da Indy Racing Legue (IRL), o piloto da Dreyer & Reinbold Racing ficará ausente das pistas por pelo menos três meses, tempo necessário para se recuperar de fraturas na região do tornozelo da perna esquerda e contusões cervicais ocasionadas por compressão. O piloto, que passou por diversos procedimentos e uma cirurgia de cinco horas, deverá seguir para a Inglaterra para continuar sua recuperação, segundo informação do seu site oficial.

Em comunicado da IRL, Conway completou: “Quero agradecer a todos da equipe médica no Hospital Metodista, bem como as equipes de segurança da IRL e do Indianapolis Motor Speedway, que me retiraram do carro. Eles fizeram um trabalho fantástico. Quero também agradecer aos meus pais, amigos e minha equipe pelo apoio e a todos aqueles que enviaram mensagens de pronto restabelecimento. Eu estou esperando por uma recuperação rápida e já estou ansioso para estar de volta ao volante de um carro de corrida“.

O acidente de Mike Conway determinou o final da Indy 500 em bandeira amarela (Foto Jim Haines/IRL, Indianapolis, 22.05.2010)

1 COMENTÁRIO

  1. Sorte ao menino Mike e que seu pronto restabelecimento seja breve e tranquilo.
    Sabemos que quanto mais cedo ele voltar a pilotar, menos probabilidade dele voltar em boa forma e sem traumas ou medos da velocidade.
    Abraços.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here