Era tão clara a vantagem de Sebastian Vettel na liderança do Grande Prêmio da Austrália, disputado hoje em Melbourne, que sua vitória parecia certa. Assim como ocorreu no Bahrain, a pole position do alemão da Red Bull Racing indicava que somente um problema mecânico poderia atrapalhar os planos do time de Milton Keynes (UK). Mas se no Bahrain foi um problema de ignição no motor da Renault que tirou-o da dianteira da prova, dessa vez foi a vez dos freios.

Líder desde a largada e até a 25ª passagem, foi nesta última que Vettel percebeu faiscas provenientes da roda dianteira esquerda. Na volta seguinte, o problema ficou mais evidente com a crescente vibração. Tudo isso durou até a Curva 13, quando acionou os freios e não encontrou mais nada. Nessa fase da corrida, o campeão mundial Jenson Button já estava em 2º e se deu ao luxo de diminuir o ritmo de forma acentuada para não ser obrigado a fazer aquele que seria o seu segundo pit.

Clique aqui para conhecer a classificação do Mundial de Pilotos e Construtorea após duas provas disputadas

Jenson Button venceu em sua segunda prova pela McLaren, equipe para a qual se transferiu após conquistar o título mundial de 2009 pela Brawn GP, atual Mercedes GP

Foto Hoch Zwei/Vodafone McLaren Mercedes

1 COMENTÁRIO

  1. Grande corrida do Inglês que se arriscou no início, colocando pneus lisos antes de todo mundo. Achei a princípio que tinha sido umm erro imenso. Ledo engano!
    Excelente corrida de Kubica, que conseguiu levar a Renault até o final e na 2ª posição. Excepcional corrida de Massa que segurou Alonso bravamente sem dar chance ao Espanhol.
    Parabéns a Rubens Barrichello, está conseguindo fazer milagres com a Williams Cosworth.
    Abraços e bom dia AMIGO Américo!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here