112_Tatuus_F.4_03
Nas versões italiana e alemã da Fórmula 4, o motor é o Fiat Abarth 414TF 1.4L Turbo (Foto Formula 4 Italian Media)

Por Americo Teixeira Jr. – A opção da Renault em promover um estudo de viabilidade para a implantação de uma categoria de monopostos no Brasil, aos moldes da Fórmula 4 européia, não é um fato isolado. Pelo contrário, vai de encontro a um posicionamento global da marca francesa. Está em processo de homologação um motor Renault para a Fórmula 4, 1.4 e 160 cv, cuja programação inicial aponta a utilização já em 2016. O alcance da homologação é mundial.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here