helio-castroneves2(Por Américo Teixeira Jr., de Miami – USA) — “Tivemos um excelente dia“. Foi dessa forma que o advogado Howard Srebnick se pronunciou nesta quinta-feira, 2 de abril, após mais uma sessão do julgamento no qual são réus Hélio Castroneves (foto), sua irmã Katiúcia e o advogado Alan Miller. Srebnick, que representa os irmãos Castroneves ao lado de Roy Black, estava se referindo à participação das testemunhas brasileiras arroladas pela defesa.

O primeiro depoimento do grupo foi prestado por Eduardo Homem de Mello. Comentarista de Fórmula Truck e Nascar pela TV Bandeirantes, Mello é manager de seu filho, o piloto da Copa Vicar Cássio Homem de Mello, situação que se assemelha à de Hélio pai e de seu filho Helinho. Mello foi piloto por 30 anos – além de criador e organizador de categorias – e chegou a correr de Fórmula Chevrolet na equipe Castroneves. Além disso, por intermédio da concessionária de carros Chevrolet, a Metrocar, patrocinou o bicampeão da Indy 500 quanto do início de sua carreira nos Estados Unidos, mais precisamente na então Fórmula Cart.

Renata Pepe, especialista em marketing esportivo e atualmente residindo em Nova York, e sua mãe, Heloisa Azevedo, foram ouvidas nessa ordem. Ambas tiveram um papel importante na vida de Katiúcia, pois a acolheram em sua casa numa fase em que todo o seu esforço estava voltado a conseguir verba para que a carreira de irmão caçula não fosse interrompida. Afinal, foram anos de sacrifícios da família e dela própria, que abandonou a carreira de bailarina internacional para apoiar o irmão.

Heloisa foi secretária de Emerson Fittipaldi e conheceu os Castroneves na fase em que o bicampeão mundial de Fórmula 1 trabalhava com Helinho, no final dos anos 90. Não somente a hospedagem, mas principalmente o alto astral de mãe e filha, foram de grande valia para a, agora, jovem mamãe de um anjinho chamado Eduardo Castroneves Assola e esposa de Eduardo Assola.

Os depoimentos da Família Salles foram igualmente significativos. Atualmente perito em segurança e saúde no trabalho, José Salles é amigo há mais de 30 anos da família formada por Hélio e D. Sandra Alves de Castro Neves. Ele foi sócio do patriarca em um negócio de alimentos em Ribeirão Preto e as crianças de ambas as famílias cresceram juntas. Tanto que Marina Stucchi Salles, hoje advogada de prestígio e residindo em Porto Alegre, abriu as portas de seu apartamento em São Paulo quando o pai de Helinho precisou vender o imóvel que possuía na mesma cidade para investir na carreira do filho, ainda quando corria no Brasil.

Dessa forma, Enquanto Katiúcia, na época também estudante universitária como Marina, era recebida pela amiga de infância em Ribeirão Preto, Helinho tinha as chaves da casa de Eduardo Homem de Mello, então seu novo endereço em São Paulo. Também nesta quinta-feira falaram diante do juri o jornalista Américo Teixeira Jr., o primeiro assessor de imprensa de Helinho, ainda nos tempos do kart, e o advogado e ex-juiz José Maria Costa, que prestou serviços para Hélio pai. Dr. Costa terá o seu depoimento complementado nesta sexta-feira pois. na Corte de Miami, os trabalhos são encerrados impreterivelmente às 13h00 e sua exposição teve início pouco antes desse horário.

Foto Indy Racing League

4 COMENTÁRIOS

  1. Oi Américo….

    MInha sogra foi amiga do pai do Helinho, Sr. Hélio em sua juventude, conheceu sua família, seus pais, e teve um conato direto por uns 5 anos.. e hoje gostaria de mandar uma mensagem de apoio, contatá-lo, mas não sei como fazer isto, como entrar em contato com eles… não encontro a assessoria de imprensa deles, se puder me passar o contato agradeço!

  2. Gostaria que todo mundo que lesse seu blog estivesse lá e visse a maneira inteira com que voce se entregou ao Helinho, esse menino tão querido e a familia Castro Neves. Agradeço a Deus por me ter dado a oportunidade de conhece-lo. Voce é daquelas pessoas que a gente, com orgulho, enche o peito para dizer É meu amigo.

    Obrigada Americo!!!

  3. Lendo o comentario do EDUARDO HOMEM DE MELLO sinto orgulho de fazer parte do rol de suas amizades. Acompanhando de perto suas atividades somente voce AMERICO poderia largar tudo, neste momento, para ficar a disposição do amigo Helinho por mais de uma semana para prestar seu depoimento do inicio da carreira do piloto e hoje piloto e amigo. O EDU descreveu parte daquilo que voce é, com certeza com o tempo acrescentará mil outras qualidades suas.
    Sou suspeito, até para me manifestar, pois acho que conheço sua seriedade, honestidade, personalidade como poucos tiveram a honra de compartilhar.
    PARABENS
    PAULO SCAGLIONE

  4. Ameriquinho
    Mais do que tudo, como já é costume, você sempre muito preciso nas suas narrativas ao desenhar de forma verdadeira tudo que ocorreu nesta tensa e apreensiva semana que passamos lá.
    Atuar sempre ao lado e a bem da verdade é a sua principal caracteristica e por si só sua matéria se torna um relato fiel do que ocorreu com toda nossa turma
    Quero aproveitar e agradecer a parceria vivida com o amigo nesta semana que passamos juntos por lá. Foi muito prazeiroso compartilhar emoções com você e seu depoimento emocionado só mostra o quanto vedadeiro e sensivel você é.
    Entende agora quando digo que você é o jornalista mais serio que já vi? E agora me sinto a vontade para dizer que você é o homem, o ser humano mais sensivel que ja vi e mostrou isso de forma verdadeira e sincera ao derramar suas lágrimas diante de tnta atrocidade que estão cometendo com nossos dois amiguinhos.
    Paabens meu velho, se Deus quiser ainda vamos compartilhar mais uns dias juntos para comemorar uma vitória desse verdadeiro campeão chamado Helio Castro Neves FILHO.
    Grande abraço e mais uma vez toda a minha admiração por este er humano fantástico que você é.

Deixe uma resposta para Eduardo Homem de Mello Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here