Briscoe_IndyCarPor Americo Teixeira Jr. – O dia de ontem foi de demissões na Chip Ganassi Racing para um grupo de aproximadamente 10 pessoas. Sediada em Indianapolis, mecânicos e engenheiros que atuaram ano passado no carro #8, pilotado por Ryan Briscoe (Foto by IndyCar), perderam os respectivos empregos em razão do corte orçamentário. O piloto australiano também deixou o time, pois não teve seu contrato renovado.

Para a temporada 2015, que começa no dia 8 de março em Brasília, a parceria histórica com a Target foi drasticamente reduzida, de modo que apenas o carro de Scott Dixon levará a marca da rede de lojas norte-americana. Tony Kanaan correrá com as cores da NTT Data, enquanto Charlie Kimball continuará apoiado pelo setor farmacêutico.

O piloto norte-americano Sage Karam chegou a testar o #8 na semana passada, mas a falta de patrocínio não permitiu que o acordo fosse fechado, razão pela qual foram decididas as demissões. Apesar disso tudo, não necessariamente a Ganassi deixará de alinhar um quarto carro. Basta aparecer um piloto em condições de bancar a temporada, estimada entre US$ 4 milhões e 6 US$ milhões.

2 COMENTÁRIOS

  1. Ao contrario da Penske, que nos últimos anos buscou um meio de fortalecer suas operações como um todo, a Gansassi, buscou se fortalecer na NASCAR pra 2015 e acabou sacrificando um pouco a operação na Indy, não vejo tanto problema caso dispute com três carros, afinal nunca tiveram todos o mesmo desempenho, os carros da Target se destacavam, e conquistavam vitórias e títulos, enquanto os outros dois ficavam bem aquém do esperado. O ruim é pro Karam, mas quem sabe o velho Chip não arranja um bom negocio até março, apesar de não ser o ideal, ainda há tempo.

Deixe uma resposta para Ganassi demite funcionários, e quarto carro vira dúvida para temporada 2015 da Indy, diz jornalista - TabeladeCarros.net Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here