Mark Miles, CEO da IndyCar, esteve em Brasília no mês de setembro e ouviu explicações do secretário Cláudio Monteiro (centro) e de Willy Hermann (dir.), representante da IndyCar no Brasil (Foto Mary Leal/GDF)
Mark Miles, CEO da IndyCar, esteve em Brasília no mês de setembro e ouviu explicações sobre o autódromo do secretário de Turismo Cláudio Monteiro (centro) e de Willy Hermann (dir.), representante da IndyCar no Brasil (Foto Mary Leal/GDF)

Por Americo Teixeira Jr. – O fato de o Palácio do Buriti receber novos ocupantes a partir de 1º de janeiro de 2015, segundo o atual governador Agnelo Queiroz, em nada muda a programação da Fórmula Indy em Brasília. “O Governo do Distrito Federal (GDF) informa que o contrato foi assinado e a prova está marcada para o dia 8 de março de 2015“, disse o governador para o Diário Motorsport, por intermédio da Secretaria de Comunicação. Ex-ministro do Esporte do Governo Luiz Inácio Lula da Silva, Agnelo Queiroz teve derrotada a sua candidatura de reeleição. O atual GDF, em setembro passado, firmou acordo com a IndyCar e a Rede Bandeirantes para receber a etapa brasileira da categoria, entre 2015 e 2019, no Autódromo Internacional Nelson Piquet.

A Agência de Desenvolvimento do Distrito Federal (Terracap) é a responsável pelo autódromo e seus dirigentes informam que a reforma será cumprida em fases, num total de R$ 300 milhões. “A etapa de Brasília da Fórmula Indy será realizada em março de 2015, conforme cronograma já estabelecido“, declarou a presidente da TerraCap, Maruska Holanda, que na ocasião do anúncio oficial informou que a primeira fase da obra, marcada para começar em dezembro e com duração de três meses, exigirá investimentos de R$ 37 milhões. Os recursos serão usados, prioritariamente, na adequação da pista, arquibancadas e normas de segurança.

Pelo lado dos promotores, a situação é de normalidade. “Tudo está andando dentro do cronograma“, disse Carlo Gancia, que ao lado de Willy Hermann é o detentor dos direitos da IndyCar no Brasil. A mesma indicação é dada pelo presidente da Federação de Automobilismo do Distrito Federal. Segundo Luiz Caland, “tudo confirmado e correndo dentro do planejado“, acrescentando que já estão sendo programadas ações promocionais.

Procurados pela reportagem do Diário Motorsport, os candidatos ao GDF em segundo turno, Rodrigo Rollemberg e Jofran Frejat, não se manifestaram até o fechamento dessa matéria, que será atualizada tão logo o façam.

1 COMENTÁRIO

  1. Que bom que parece realmente estar tudo acertado. Senti falta da etapa brasileira este ano… é uma prova que não deveria sair do calendário de jeito nenhum (por vários fatores).

Deixe uma resposta para Sennaffogo Cancelar resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here