A terceira e última etapa do CIK-FIA Karting Academy Trophy projetou, em definitivo, o nome do kartista Kiko Porto no cenário internacional

Por Américo Teixeira Junior

Conquista de Kiko foi com diferença de 1s484 sobre o 2º; 30 pilotos terminaram na volta do líder (Foto CIK-FIA Media)

Francisco Melo Porto é um kartista pernambucano que, apesar da pouca idade (13 anos), tem vasto currículo vitorioso e neste ano cumpriu pela primeira vez uma temporada completa no kartismo internacional. Apesar de ser uma jornada que de fácil não tem nada, neste domingo, na Finlândia, conquistou sua primeira vitória sob a chancela da Comissão Internacional de Kart, órgão da FIA para a modalidade.

Destinado a revelar nossos talentos, o CIK-FIA Karting Academy Trophy foi criado para promover uma disputa internacional em igualdade de condições. O caminho adotado foi o de estabelecer o mesmo equipamento para os 51 pilotos de 39 países: Chassi Exprit, motor Vortex, pneus Bridgestone e combustível Panta. Até o macacão, OMP, é igual para todo mundo. Depois da etapa na Bélgica (Genk) e França (Le Mans), a competição desse fim de semana, na cidade de Harma, definiu o título de favor do belga Xavier Handsaeme.

Embora tenha não tenha concluído as finais anteriores, Porto já acumulava pontuação por ter largado, respectivamente, em 10º e 5º lugares. Agora, no kartódromo distante cerca de 450 km da capital Helsinki, o piloto conquistou resultados nas corridas classificatórias que lhe garantiram a pole no complexo de entretenimento chamado Power Park. A performance foi corroborada na corrida, da qual participaram 34 pilotos, e lhe garantiu o 3º posto na classificação final do Academy. Nicolas Fabris, também inscrito pelo Brasil, não participou da rodada finlandesa e fechou o certame em 43º lugar.

Na Finlândia, brasileiro foi ladeado pelo belga Xavier Handsaeme (esq.) e Tijmen Helm, da Holanda (Foto CIK-FIA Media)

 

 

Compartilhar

Muito obrigado por participar. Forte abraço, Americo Teixeira Jr.