As modificações foram orientadas pelo engenheiro Luis Ernesto Morales, da Comissão Nacional de Circuitos da CBA

Por Américo Teixeira Junior

O engenheiro em suas atividades no Grande Prêmio do Brasil de F1 (Foto Reprodução Globo Esporte)

Diferentemente do que aconteceu no ano passado, ocasião em que as condições do Circuito dos Cristais não eram ainda as ideais quando da realização da Stock Car, a categoria retorna ao local nesse fim de semana e encontrará diversas modificações na pista mineira localizada no município de Curvelo. Os trabalhos foram orientados pelo engenheiro Luis Ernesto Morales, experiente profissional que é o chefe de engenharia do Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 e que hoje responde também pela Comissão Nacional de Autódromos da CBA.

Em entrevista para o Diário Motorsport, o engenheiro explicou que “as modificações que orientamos foram sobre a forma de implantação da variante com conceito de circuito não permanente, disposição das zebras, afastamento e posicionamento das barreiras de pneus – a partir da análise da linha provável de corrida – e a montagem das mesmas dentro do padrão FIA “, disse ele, acrescentando que houve também “pintura das faixas e zebras para complementar a visibilidade e referência do piloto, com tinta a base de água, PVA, evitando perda de aderência na chuva”.

Curva 1 reformulada

A Curva 1 passou por uma intensa reformulação. Segundo Morales, tudo o que lá havia foi substituído por um “muro de concreto, com barreiras de pneus corretamente fixadas no padrão FIA e a área de escape nivelada com três níveis de aderência: grama natural, brita de proteção e caixa de Brita e, no final, a proteção de pneus”.

Houve também a revisão completa de todas as demais áreas de escape, com nivelamento e aplicação correta dos elementos de segurança. Um trabalho específico corrigiu “deficiências de drenagem e a proteção das cabines de sinalização com grades de segurança”, detalhou o profissional.

Todas essas mudanças passarão pela vistoria oficial da CBA na quinta, 20. Apesar da necessidade dessa providência, o representante da CBA classificou os trabalhos como “praticamente finalizados” e destacou que “cabe ressaltar o esforço do proprietário [TEC Racing] e equipe do autódromo de Curvelo para executar as modificações de segurança que foram orientadas”.

Copa Truck

Para a realização da etapa da Copa Truck, marcada para o mesmo local no dia 15 de outubro, Luis Ernesto destacou que, em agosto, será feita outra vistoria. “A Copa Truck, quanto às condições de segurança, tem outras características que precisam de vistoria específica neste autódromo”, completou.

As modificações em Curvelo objetivaram elevar o grau de segurança do Circuito dos Cristais (Fotos Duda Bairros/Vicar)
Compartilhar

Muito obrigado por participar. Forte abraço, Americo Teixeira Jr.