O francês Jules Bianchi e o alemão Adrian Sutil são os mais fortes na disputa para ver quem será o companheiro de Paul di Resta na Force India em 2013

Por Americo Teixeira Jr.

Luiz Razia testou hoje pela Sahara Force India F1 com o modelo VJM05 em Magny Cours, França (Foto fornecida por Force India)
Luiz Razia testou pela Sahara Force India F1 com o modelo VJM05 em Magny Cours, França (Foto fornecida por Force India)

Os pilotos brasileiros Bruno Senna e Luiz Razia estão trabalhando com menos opções para a temporada 2013 da Fórmula 1. O Diário Motorsport pode confirmar que ambos não fazem mais parte do grupo postulante à vaga de companheiro de equipe de Paul di Resta.

Embora tenham estado muito próximos da vaga, inclusive com a apresentação de propostas oficiais, a disputa atual está restrita ao terceiro piloto da equipe, o francês Jules Bianchi, e ao alemão Adrian Sutil, ex-piloto do próprio time. Ele tenta voltar após o escândalo no qual foi condenado por agredir um diretor da Lotus. Não há data para o anúncio do segundo piloto da Force India.

Dispensado da Williams, Bruno Senna era um nome que vinha sendo vinculado à Lotus, até a renovação de Romain Grosjean anunciada na tarde de hoje. Já Luiz Razia, vice-campeão da temporada 2012 da GP2, aparentemente depositava suas melhores expectativa justamente nesse vaga que ora se fecha.

Jules Bianchi é um dos fortes candidatos à vaga da Force India (Foto fornecida por Force India)
Jules Bianchi é um dos fortes candidatos à vaga da Force India (Foto fornecida por Force India)

 

Compartilhar

12 COMENTÁRIOS

  1. Na medida do possivel, tento ler notícias publicadas no Diário Motorsport. Idem sobre ‘comments’ (opiniões) emitidos por internautas. Pois hoje, uma delas chamou-me atenção. Mais especificamente, o trecho final. Parafrasendo Ibrahim Sued, abre aspas e dois pontos: “Pense nisso, e nao faça terrorismo amigo”.
    Constatei tal frase no recado de autoria do internauta João Filho. Em que pese tal citação ser ‘endereçada’ ao dono do blog (Américo), fiquei em duvida: em que sentido os textos (por sinal, sempre bem escritos) do Amerio Teixeira são considerados ‘terrorismo’? Serio: desde 2009, costumo ler noticias de automobilismo aqui no site. Mas nunca vi nada que lembrasse a triste pratica provocadapor grupos radicais que existem em regiões distantes do planeta. Enfim, penso que o internauta João Filho cometeu engano: até porque, não imagino o jornalista Americo Teixeira — a quem tenho a honra de integrar seu rol de amigos –, protagonizar situações de terrorismo…
    Atenciosamente,

    Paulo McCoy Lava

    • Querido Paulo!

      Também não entendi porque fui chamado de terrorista, mas tudo isso demonstra que o Bruno Senna tem fãs dedicados. Isso é legal. Abraço!

  2. Este é o resultado de uma Categoria com grid cada vez menor. Fecham se oportunidades valiosas para novos pilotos. A grana fala mais alto e quem tem mecenas como Gutierrez, Maldonado, Perez, Chilton vai se virando. Nesse cenário de disputa feroz por uma vaga os brasileiros acabaram se dando mal. Numa situação restritiva assim não existiria, no passado, espaço para uma ”Toleman” lançar um ”Ayrton Senna” no fechado circo da F1, e o mundo perderia a revelação de um grande Campeão.

    • Caro João,

      Muito obrigado por suas mensagens. Apenas gostaria de dizer que você está mal informado a meu respeito. Eu não “acho”, apenas informo o resultado de minhas investigações. Sim, tenho fontes e muito boas. E, lamento, seus números estão errados.

      Abraço,

      Americo Teixeira Jr.

  3. Americo, se ta por fora mesmo eim…Vc inventou isso, sua informação não tem fonte…Simplismente achou! Pense e reveja seus conceitos, o Di Resta recebe salario da Force India, e não carrega patrocinio, a não ser aquela mala que era empresario dele, o pai do Hamilton. A vaga do Hulk ja foi prenchida pelo Bruno Senna, agora o que esta em questão é a vaga do Di Resta. O Bruno esta com patrocinios na ordem de 30 Milhoes de Euros, e o bianchi esta trabalhando para capitar 15 Milhoes de euros. Seram duas alternativas de motores em 2014, Renault e o Ferrari…

    Pense nisso, e nao faça terrorismo amigo…

  4. Minha opinião:
    o único brasileiro vai ser o Massa.
    Senna vai pra DTM e Razia vai virar piloto de testes da Toro Rosso (por causa do Christian Horner), apesar que isso não vai lhe agregar nada.
    Na Force India vai ficar Di Resta e Julies Bianchi (esse sempre foi o caminho da equipe indiana, promover o terceiro piloto, não acredito que será diferente esse ano).
    Na Caterham vai ficar o Pic e o Van der Garde (Acho que eles estão fartos que pagar piloto experiente, vide Kovalainen, e não ter resultados, melhor colocar dois novatos com grana e investir na equipe como um todo, já que o tema do novo Team Principal é “reestruturar para disputar com as equipes estabelecidas como Toro Rosso”).
    E tenho dito!

  5. Pelo que andei lendo em diversos sites, a Caterham estaria bem interessada em dois perfis de pilotos: experiente, para desenvolver o carro de verdade, ou novato, com bastante dinheiro.

    Essa decisão tem muita relação com o desenvolvimento do carro para 2014. Numa tentativa de se aproximar das demais equipes, tenho muita convicção que ano que vem eles focarão no desenvolvimento do carro de 2014, e por isso, escolherão um piloto mais novo para financiar isso tudo. Senna até tem dinheiro, mas ao que parece, Giedo van der Garde também teria e estaria quase acertado com a equipe.

  6. O Bruno Senna tem alguma chance na Caterham? Alguns meios de comunicação afirmaram que havia uma proposta da Petrobras de patrocínio a essa equipe.
    Com a porta fechada na Force India, acredito que o Luiz Razia vá ficar a pé em 2013.

Muito obrigado por participar. Forte abraço, Americo Teixeira Jr.